logo-site

aluno pelado na sala de aula Arte contemporânea : Aluno assiste à aula pelado em universidade

Eu sempre tenho vontade de trabalhar pelado, mas acredito que meu patrão não entenda muito de Arte contemporânea.

Vou fazer minha caipirinha da quinta-feira, e lembrando que amanha é sexta 😉 …

%name Arte contemporânea : Aluno assiste à aula pelado em universidade
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)

Ex-namorados, Carla Perez e Alexandre Pires posam juntos com respectivos marido e esposa

noticia para mudar sua vida Noticia que vai mudar sua vida

Que legal né, e não acaba por aí não, segunda as mais línguas eles também usam redes sócias.

Incrível, não acredita veja AQui  

%name Noticia que vai mudar sua vida
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)

Ladrão deixa mensagem de desculpa em parede após assalto: ‘Faço tudo pelo meu filho’

%name Sociedade falida
Além da mensagem de desculpas, os assaltantes deixaram outra mensagem: “PM bom é PM morto”. O texto vem acompanhado de um carro da polícia sendo engolido.
%name Sociedade falida

Não acredita, veja Aqui

%name Sociedade falida
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)

facil BraZil Zil Zil

E eu já fiquei 6 meses sem receber do estado… Não é fácil não.
Hoje eu to de boa, tenho um blog e pá, o bagulho agora é firmão, é firmão truta.

%name BraZil Zil Zil
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)

tim maia uisque 1g Frases de Tim Maia

Rindo muito1F602 Frases de Tim Maia
“O problema do gordo é que se ele beija, não penetra, e, quando penetra, não beija.”
Um hobby legal e saudável 
“Meu hobby é a masturbação. Até hoje toco minhas punhetinhas, às vezes com uma mulher ao lado. Masturbação é um troço da mente, tomo um gorozinho legal, entro no banho, vem a inspiração e eu descasco uma bananinha.”
Dieta do Tim 
“Fiz uma dieta rigorosa, cortei álcool, gorduras e açúcar. Em duas semanas perdi 14 dias.”
Veio essa é a frase mais surreal do Tim
“O bom é quando você senta em cima da mão esquerda, para ela ficar dormente e você pensar que é outra pessoa que está tocando.”
Eu tô mais na frente que Tim
“Meu recorde de birita é cinco garrafas de uísque em três dias, sozinho.”
Mais não verdade…
“Eu quero parabenizar o presidente Collor, que está fazendo a campanha ‘Diga não às drogas’. Eu acho que é isso mesmo, deixa pra quem gosta.”
Sinceridade em demasia
“Eu tô aqui fazendo esse show pra Brahma, mas eu gosto mesmo é de um guaraná Antarctica.” (e assim perdeu 60 shows que haviam sido contratados pela cervejeira)
%name Frases de Tim Maia
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)

Que diremos, pois, a estas coisas ?

A curiosa justificativa do juiz que liberou cobrança de preço diferente para mulheres nas baladas de SP

nude cafe Que diremos, pois, a estas coisas?

Um pouco mais de um mês que bares e baladas foram proibidos de cobrarem preços diferenciados para mulheres, pela prática ter sido considerada discriminatória, um juiz da 17ª Vara Federal Cível de São Paulo determinou que a União deixe de aplicar a regra em São Paulo.

O juiz Paulo Cezar Duran atendeu ao pedido da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do estado e a decisão vale apenas para os associados.

A matéria anula a determinação de Caroline dos Santos Lima, juíza do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) de junho deste ano, que considerou a cobrança de valores diferentes a depender do gênero ilegal.

Nas palavras da juíza:

O empresário não pode usar a mulher como insumo para a atividade, servindo como ‘isca’ para atrair clientes do sexo masculino.

A decisão teve como base uma nota técnica da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), departamento do Ministério da Justiça, que afirma que a diferenciação de preços “afronta ao princípio da dignidade da pessoa humana e princípio da isonomia” e considera uma prática comercial abusiva, pois utiliza a mulher como estratégia de marketing “que a coloca situação de inferioridade”. Na época, a medida foi elogiada por professores e movimentos feministas.

Porém, para o juiz Paulo Cezar Duran, a prática da cobrança diferenciada não é abusiva e a decisão anterior impede a livre concorrência e livre iniciativa dos empresários.

Duran não acredita que a estratégia de marketing desvalorize a mulher ou a reduz na condição de objeto, “tampouco de inferioridade”. Para ele, pagar valores menores (ou entrar de graça) em baladas e bares, enquanto os homens pagam mais caro, pode ser vista como uma espécie de compensação, uma vez que as mulheres ganham menos que os homens e sua voz é menos ouvida na sociedade brasileira.

Em nossa sociedade, infelizmente, a mulher ainda encontra posição muitas vezes desigual em relação ao homem, a exemplo da remuneração salarial, jornada de trabalho e voz ativa na sociedade”, explicou a decisão do juiz de São Paulo, e acrescenta:

Nas palavras do juiz:

Nesta realidade social, a diferenciação de preços praticada pelos estabelecimentos pode ter como objetivo a possibilidade de participação maior das mulheres no meio social.

Ou seja, se engana quem acreditou todo este tempo que a estratégia de marketing era uma prática machista que colocava a mulher como “isca”. Na verdade, todos estes empresários têm como único objetivo ajudar muitas mulheres a saírem de casa e conquistar seu lugar na sociedade.

Quer causa mais nobre do que esta?

 

via GIPHY

 

Via yahoo

%name Que diremos, pois, a estas coisas?
Um boêmio amante de mulher, uma boa destilada e um bom papo de buteco.
Sofre de síndrome de geminiano (quem é de Gêmeos sabe).
Odeia confusão e fuxico.
Frase: “Lasquei em banda!”. (ou “Lasquei em Cruz”)